Encaixotando Você

Os Ventiladores

Compositor: Antítese

Encaixotando (Crônica de um Amor Obsessivo)

Que idéia é essa de andar por aí?
Corto-lhe as pernas e guardo como souvenir
Furo-lhe os olhos se olhar para os lados
Se falar demais, com uma costura te calo
Quero a atenção toda voltada para mim

Só a voz que vem do coração eu escuto
Saiba que eu te amo mais do que tudo
É um trabalho especial feito à mão
Como construo o nosso caixão
Acima você; abaixo o resto do mundo

Encaixotando você
Encaixotando você
Encaixotando você
Encaixotando você

Mas de repente vem uma dor de cabeça
Mais do que loucura é a dor da consciência
Psiquiatria que explica é a ciência
Só me resta da vida o terror

Gritei para que todos fugissem para a caverna
Vamos corram, corram, corram da besta fera
Você já estaria debaixo da terra
Olhem o que sobrou do amor

AAAAAAAAHHHHHH, AAAAAAHHHHH
Sorte sua estar viva e conseguirem te salvar
Somente um pouco de falta de ar
Mas ainda assim eu fui atrás

Rodearam a casa e eu ouvi uns estampidos
Vi que eram meus aqueles gemidos
Que interessante que é o destino
Um louco fui eu por amar demais

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital